terça-feira, 20 de dezembro de 2016

Sindicato dos trabalhadores rurais de Esperantina promove protesto contra a Reforma da Previdência

O Sindicato dos Trabalhares e Trabalhadoras Rurais (STTR) de Esperantina realizou na última segunda-feira, dia 19 de dezembro,  protesto contra a Reforma da Previdência. Os trabalhadores se reunirão na Praça Leônidas Melo. Após debater sobre o assunto, os sindicalistas saíram em caminhada pela Rua Cel. Patriotino Lages Rebelo até a sede do Sindicato. 

A reforma proposta pelo governo eleva a idade de aposentadoria do trabalhador rural e urbano para 65 anos, para o homem e para a mulher. Atualmente, a mulher da roça  recebe o beneficio com 55 anos e o homem com 60 anos, tendo 15 anos comprovados de trabalho rural. 

Pela nova regra, os trabalhares terão que contribuir 25 anos para ter direito a 76% do salario e 49 anos de contribuição para garantir 100% do salario e a idade minima para requerer o beneficio será de 65 anos, independentemente do sexo, domicilio e tipo de trabalho. Os Homens acima de 50 anos e mulheres acima de 45 anos estão em uma regra de transição, devendo trabalhar 50% a mais em relação ao tempo restante para a aposentadoria.











Reações: 
Share This

0 comentários: