quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

Papa consulta Boff para escrever nova encíclica

O papa Francisco consultou o teólogo e escritor brasileiro Leonardo Boff para escrever sua nova encíclica, a qual terá o meio ambiente como tema principal. 
Segundo a ANSA apurou, Boff esteve entre os especialistas contatados durante a idealização e a gestão da exortação apostólica, a primeiro com autoria exclusiva de Jorge Mario Bergoglio.

No ano passado, Francisco publicou a encíclica "Lumen Fidei", que, porém, foi escrita com a ajuda de seu antecessor, Bento 16.
Boff teria contado a pessoas próximas que, em um domingo de setembro de 2013, estava com a argentina Clelia Luro, viúva do bispo Jeronimo Podestà, quando o Papa telefonou à mulher. Luro, por sua vez, disse a Francisco que estava na companhia de Boff e, imediatamente, o pontífice pediu que a viúva passasse o telefone.
"Poderia me enviar aquele seu livro sobre temáticas ambientais? Preciso dele", teria dito Bergoglio ao teólogo brasileiro.
O interesse de Francisco na obra de Boff também foi confirmado durante sua visita ao Brasil, por ocasião da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), no Rio de Janeiro. Funcionários do Vaticano teriam percorrido a cidade à procura de livros do teólogo. 
O próprio Boff, em entrevista à ANSA em julho do ano passado, chegou a dizer que acreditava que a próxima encíclica papal seria sobre meio ambiente.
Hoje com 75 anos, Boff é expoente da Teoria da Libertação no Brasil. Foi membro da Ordem dos Frades Menores e alvo de um processo na Congregação para a Doutrina da Fé em 1984, então dirigida por Bento 16, que lhe rendeu o afastamento da Igreja Católica e dos franciscanos. 
Clelia Luro, por sua vez, morreu no fim do ano passado. Ela ficou amiga de Francisco quando ele, em 2010, ainda arcebispo de Buenos Aires, deu a extrema-unção a seu marido, o bispo argentino afastado da Igreja nos anos 1960 por ter se casado.
 
Fonte: UOL
 Fonte foto: Divulgação

Reações: 
Share This

2 comentários:

  1. "Socialismo religioso, socialismo cristão, são termos contraditórios: ninguém pode ao mesmo tempo ser bom católico e socialista verdadeiro" (Quadragesimo Anno, no. 119)
    "Não ajudar o socialismo - 34. Tomai ademais sumo cuidado para que os filhos da Igreja Católica não dêem seu nome nem façam favor nenhum a essa detestável seita" (Quod Apostolici Muneris, no. 34).
    Papa Francisco veja o que os seus antecessores falaram sobre esse mal chamado comunismo e socialismo que tantos padres pregam dentro da igreja. Cuidado pra não entrar nesta onda vermelha!

    ResponderExcluir
  2. Se é lícito publicar, divulgar ou LER LIVROS, revistas, jornais ou tratados que sustentam a doutrina e a ação dos comunistas, ou escrever neles?
    R: NÂO! Pois são proibidos pelo próprio direito (cf, CIC, cân. 1399);
    Leonardo Boff, Frei Betto e tantos outros deixaram-se ser enganados pela quimera comunista e trocaram os ensinamentos de Cristo pelos de Karl Marx. A igreja católica hoje está infestada por esta praga, padres cada vez mais se deixam levar por ideias revolucionárias de extrema esquerda, uma tal organização que age em nome da igreja está infestada por pastores vermelhos, uma legião de pastores, consagrados(as) apoiam descaradamente partidos comunistas como o PT, PSOL, PSTU, PC do B, PCB e outros movimentos de esquerda e se fazem de cego e apoiam governos ditatoriais, socialistas comunistas e cruéis: Cuba, Venezuela, Coréia do Norte. Sem falar no nazismo que foi um nacional socialismo! COMUNISMO não presta! COMUNISMO não funciona! Chega de dar corda para esses pastores vermelhos. Padres, bispos, leigos que apoiam este tipo de governo, estas ideias socialistas, que tem Boff, Beto, Che Guevara como ídolos, estes se arrependerão da besteira que estão fazendo.

    ResponderExcluir