segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

Bispos redigem carta ao papa ao final do 22º Curso dos Bispos Brasil

Terminou na última sexta-feira, 8 de fevereiro, a 22ª edição do Curso Anual dos Bispos do Brasil, promovido pela Arquidiocese do Rio de Janeiro. O evento foi realizado desde o último dia 5, no Centro de Estudos e Formação do Sumaré, na capital carioca.  A cerimônia de encerramento foi com uma missa, presidida pelo arcebispo do Rio, dom Orani João Tempesta.

Com mais de 100 bispos inscritos, o Curso foi um momento de partilha e formação, que é realizado sempre no inicio do ano e direcionado aos membros do episcopado brasileiro. O tema principal desta edição foi: “Cinquenta anos após o Concílio Vaticano II - Liturgia, Missões e Leigos”. O último dia do encontro foi marcado pela palestra: “A fé católica é fides quae per caritatem operatur – A fraternidade cristã, antídoto à imunidade moderna”, ministrada pelo Bispo de Noto, na Itália, dom Antônio Staglianò.

“Uma fé que busca compreender. Essa é uma característica própria da nossa fé cristã, por isso, a inteligência não é uma realidade extrínseca a fé, mas ela age junto com a fé, é intrínseca a própria realidade da fé. Ao crermos nós manifestamos também, enquanto cristãos, um modo de estar no mundo, um modo de sermos homens e mulheres de fé”, disse dom Antônio.  “É uma graça poder acolher todos os meus irmãos bispos aqui no Rio de Janeiro e manter essa tradição iniciada por Dom Eugenio, seguida por Dom Eusébio e continuada por mim”, desejou dom Orani, que convidou os bispos a participarem da Jornada Mundial da Juventude, que se realizará na cidade no próximo mês de julho.

O bispo de Parintins (AM), dom Giuliano Frigeni, destacou a importância do curso para a formação do episcopado brasileiro. “Eu participo há 13 anos e realmente este ano nós tivemos palestras com professores de alto nível. De todos os anos que participei este que termina hoje é aquele que mais mexeu comigo e me fez refletir como eu preciso, enquanto bispo, enxergar o bem das pessoas sabendo em que culturas elas estão mergulhadas e encontrando formas de ser mais realista do que essa cultura que abandonando a fé católica pretende ser mais humana e mais aberta”.

Durante a cerimônia de encerramento os bispos do Brasil escreveram uma carta ao papa Bento XVI e outra ao Prefeito da Congregação para os Bispos, cardeal Marc Ouellet, demonstrando unidade à Igreja de Deus. A 23ª edição do Curso Anual dos Bispos do Brasil está prevista para acontecer entre os dias 3 e 7 de fevereiro de 2014.

Seg, 11 de Fevereiro de 2013 07:58 por: cnbb

Reações: 
Share This

0 comentários: