terça-feira, 23 de março de 2010

O que é a Pastoral da Comunicação?

A Pastoral da Comunicação é o conjunto de ações realizadas dentro de uma  comunidade eclesial. É a pastoral do ser e estar em comunhão com a comunidade. É a pastoral da acolhida, da participação, das inter-relações humanas, da organização solidária e do planejamento democrático do uso de recursos e instrumentos que facilitem o intercâmbio de informações e de manifestações das pessoas no interior da comunidade ou da comunidade para o mundo que o rodeia. É a pastoral da valorização das expressões da cultura humana.


O ponto unificador e central desta pastoral é Jesus Cristo. Jesus se comunica através de parábolas, partindo de fatos da  vida, conhecidos por todos, para transmitir idéias, despertar adesão e provocar transformação da realidade. Existe, sem dúvida, muita dificuldade em se aceitar a existência de uma Pastoral da Comunicação, uma vez que todos os agentes de pastoral, enquanto informam e persuadem, são, por definição, comunicadores. Por outro lado, não é uma pastoral a mais no universo de pastorais de uma paróquia, mas aquela que integra todas as demais.

O modelo da Pastoral da Comunicação é participativo e circular, isto é, a palavra pertence a todos. As suas reuniões se tornam deste modo um espaço de vivência e exercício das relações comunitárias. Pois onde somente uma pessoa domina o conteúdo, o código, o meio, não há comunicação. 

O membro da Pastoral da Comunicação é uma pessoa da qual se espera uma dedicação especial à reflexão, ao planejamento e à execução de programas e projetos específicos dentro dos diversos campos que compõem a área da comunicação social.  Consequentemente, a Pastoral da Comunicação concentra-se em realizar uma educação para a comunicação, em que cada indivíduo, grupo ou comunidade exerça seu direito fundamental à comunicação. E cada membro desta pastoral é o seu principal educador, pois são neles que as outras pessoas esperam encontrar a postura de uma práxis libertadora. 

Concluindo, a Pastoral da Comunicação se caracteriza por ser uma pastoral que possui uma vida integrada, participativa, estratégica e aberta à avaliação e à celebração.Afinal “Jesus é a Palavra de Deus que se fez carne e veio morar no meio de nós (Jo 1,14). Supremo comunicador do Pai, optou por um processo inculturado e dialógico de comunicação, que se apresenta como um modelo básico para os projetos de comunicação de sua Igreja”.

A Diocese/Paróquias devem começar suas caminhadas com a Pastoral da Comunicação e assim na medida em que esta pastoral for acontecendo aparecerão os frutos.
Frei Edgar Alves Pereira, OFM

Reações: 
Share This

0 comentários: