sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Fim do Ano Litúrgico

O ano da Igreja termina com a Festa de Cristo Rei, normalmente no final do mês de novembro, antes do início do Advento, da preparação para as solenidades do Natal. Com isto, mudamos de "ciclo litúrgico", acompanhando um caminho pedagógico da Igreja.
 

No Domingo de Cristo Rei, celebramos o dia dos leigos e das leigas, pessoas que procuram testemunhar o seu batismo na vida concreta. Estamos também encerrando o 2º Ano Catequético Nacional, que permitiu um grande despertar na catequese de todas as nossas dioceses, paróquias e comunidades católicas.

Neste final de semana o pensamento da Igreja é voltado para as festividades de Cristo Rei, refletindo que tipo de reinado Cristo assume. Mesmo estando na terra, os seus objetivos não são daqui. São de vida, a ponto de dar a vida por todos.

Celebrar Cristo Rei significa reanimar a resistência das novas comunidades para enfrentar o mundo da violência, da infidelidade e do poder econômico excludente, que não leva em conta o valor da vida e da dignidade humana.

Ser cristão hoje é ser sinal de contradição e de luta pela construção de um reino diferente do mundo globalizado, que massifica e coloca as pessoas perdidas na sua identidade. É o mundo da competição, da riqueza, do ter, do poder e do prazer..

Para construir o Reino de Deus é preciso dar passos com paciência e perseverança. São exigências fundamentais a vida, a partilha, a paz, a justiça, a solidariedade. Isto exige esforço, empenho e engajamento total. Supõe ruptura com o sistema que cria vítimas inocentes e indefesas.
Dom Paulo Mendes Peixoto

Reações: 
Share This

0 comentários: