quarta-feira, 29 de julho de 2009

A origem da Escola Missionária (UNIMEP)

Os documentos da Igreja católica de modo especial os mais recentes de Mendelim, Puebra e Aparecida trazem vastos comentários e propostas para o fortalecimento da Missão da Igreja no mundo, em vista disso que Pe. José Comblim grande teólogo e escritor teve a divina idéia de formar um grupo de missionários (as) para ajudar na evangelização em suas comunidades e paróquia e com esse pensamento resolveu reunir alguns Bispos do nordeste para trabalharem juntos. A primeira escola deu inicio na Paraíba na cidade de Serra Redonda no ano de 1989. Após 20 anos já são 04 escolas no nordeste, Paraíba, Bahia, Pernambuco e agora no Piauí.

Felix Rego missionário de Esperantina fala da Origem da escola de formação missionária e como chegou a Esperantina-PI. Felix diz: “Eu deste de pequeno tive uma vocação muito forte para evangelização, mas me via sem oportunidade e certo dia comentei isso com o Pe. Ladislau pároco da Paróquia de Nossa Senhora da Boa Esperança na época. A partir daí ele mostrou-se interessado em me ajudar, em seguida ele me chama e comunica que havia uma escola de formação missionária na Paraíba, e não pensei duas vezes e aceitei, foi um grande desafio, pois era analfabeto e muito apegado a família, mais venci. Não conseguir me formar na Paraíba devido a mudança de pároco, pois Pe. Ladislau saiu e Pe. Carlos Seixas assume. Em conversa que tive com Pe. Carlos sobre a escola de formação missionária, ele se interessou pela mesma e entrou em contado com o Pe. José Comblim fundador da escola missionária, os dois se encontraram juntamente com Dom Alfredo Bispo da Diocese de Parnaíba onde decidiram formar uma escola de formação missionária (UNIMEP) em Esperantina-PI”. A partir da decisão tomada, Pe. Carlos convida os missionários que haviam se formado na Paraíba para assumir a coordenação do novo núcleo, entre eles: Raimundo Gomes, Antonio André, Maria da Conceição Oliveira, Raimunda Rocha e Raimundo Lira, deste então começaram a chamar lideranças de comunidades e Paroquiais, inclusive do Maranhão. Em 12 de julho de 2006, inicia–se há primeira quinzena missionária no Piauí e que trouxe um novo rosto de ser Igreja.

Reações: 
Share This

0 comentários: